Tributações: como afetam seus investimentos?

Fala, galera!

Já foi dito aqui que conhecer a legislação e tributação de seus investimentos é fundamental para um bom investidor (se você ainda não leu esse ótimo texto da nossa amiga Camila Campos, clique aqui).

É interessante ressaltar que, em geral, o investidor não deve se preocupar em recolher seus impostos, pois os mesmos são tributados automaticamente pelo agente de custódia. Mesmo assim, acredito na importância de conhecer as regras do jogo. Dessa maneira, gostaria de ajuda-los destrinchando possíveis tributações sobre sua carteira.

IOF: O Imposto sobre Operações Financeiras atua sempre de maneira a tributar rendimentos em investimentos de curtíssimo prazo (até 30 dias). São comuns a todos os investimentos aqui mencionados, de maneira regressiva, conforme a tabela abaixo:

1. CDB e Tesouro Direto

– IR: O Imposto de Renda incidirá em seus rendimentos de maneira também regressiva:

2. LCI, LCA, CRI e CRA

– IR: São títulos privados que incentivam o desenvolvimento tanto do setor imobiliário (LCI e CRI) quanto agropecuário (LCA). Uma vez que são setores chave para a economia da União, são isentos de IR.

3. Renda Variável

– IR: No mercado de ações, o imposto de renda tributa 15% para operações normais, e 20% para daytrade. Em caso de movimentações inferiores a R$ 20.000,00 mensais em operações diferentes de day trade há isenção do IR.

– Corretagem: No mercado de renda variável, as corretoras se fazem essenciais, e seu serviço é cobrado pela taxa de corretagem. Uma alternativa às taxas de corretagem em mesa de operações é o Home Broker, onde é possível encontrar taxas à apenas R$ 0,80 por operação!

A seguir, uma tabela com taxas de corretagem em mesa sugeridas pela Bovespa:

– Emolumentos: Percentuais cobrados pelas próprias bolsas de valores. São de 0,025% de cada operação para day trade e 0,035% para demais operações.

– Taxa de Custódia: Cobrada das corretoras pela Câmara de Ações, variam de R$ 6,60 a R$ 100,00 mensais para a manutenção da custódia, isto é, para manter sua conta com suas ações, e uma taxa de 0,0005% a 0,013% sobre o volume custodiado (quanto maior o volume, menor a taxa).

É isso pessoal, espero ter passado uma ideia dos custos de diferentes investimentos em sua carteira. Com a importância de diversificar sua carteira de investimentos, se faz necessário saber os custos de cada ativo. Espero que esse post os ajude.

Grande abraço e bons investimentos!

Deixe um comentário